escrito por Nêne 
 

O filme Bússola de Ouro vem causando dores de cabeça para os líderes católicos. Estes alegam que o filme incentiva o ateísmo. Eles, então, decidiram incentivar os seus seguidores a não assistir o filme, pois apesar dele ter sofrido algumas mudanças, que o tornaram mais “light”, e não tão questionador aos dogmas cristãos quando comparado com o livro, temem que as pessoas sintam vontade de lê-lo. Por provocação dos produtores ou coincidência, o filme foi lançado no Brasil no dia 25/12, Natal.

Quando os líderes religiosos proíbem os fiéis a ver um filme, livro, isso incentiva ainda mais a vontade do público, em geral, de vê-lo. Um exemplo disso foi o que aconteceu com o livro “Código Da Vinci”, a igreja disse “um bom cristão não deve ler o livro”. Passou-se um tempo e o livro se tornou um best-seller mundial, que virou filme.

Religiões à parte, o filme está fazendo sucesso, também, pelos seus efeitos especiais. Seguindo a linha de “Senhor dos Anéis” e “Crônicas de Nárnia” é uma boa opção para quem gosta do gênero.

Eu não gosto muito do estilo, com exceção da trilogia “Senhor dos Anéis”, mas confesso que estou com vontade de assisti-lo em conseqüência da polêmica gerada. O que não podemos descartar é que isso pode ser uma grande jogada de marketing e, se for, parabéns, funciona.

Trailer do filme: